Notícias

04 de Junho, 2019

SÉRIE ESPECIAL SEMANA DO MEIO AMBIENTE 2019 - TERÇA FEIRA

O Brasil é o 4º país que mais produz prédios verdes no mundo segundo a USGBC (United States Green Building Council) (2018), estando atrás somente dos Estados Unidos, a China e os Emirados Árabes.

A construção sustentável é uma forma de se construir casas e edifícios, harmonizando-os com o meio ambiente. É um conjunto de medidas adotadas durante todas as etapas da obra (projeto, construção e pós-construção) que tem por finalidade a sustentabilidade da edificação. Essas medidas visam reduzir ao máximo os impactos sobre o meio ambiente, economizar os recursos naturais, como a água e energia, reduzindo os resíduos gerados e melhorando a qualidade de vida dos ocupantes.

Exemplo de medidas na hora da construção para torna-la sustentável:

Escolher o local onde será construído, levando em conta a dinâmica da região (proximidade com serviços básicos, preservação de áreas naturais e de espécies nativas);

Uso de espécies nativas no paisagismo;

Otimização da iluminação, ventilação e aquecimento natural utilizando blocos de vidro e aberturas mais amplas;

Uso de energia solar (fotovoltaica);

Instalação de coletor solar térmico, para aquecimento de água;

Utilização de coberturas verdes (tetos verdes);

Compostagem de resíduos orgânicos;

Construção de horta vertical;

Vasos sanitários com redução de uso de água;

Reaproveitamento e reuso da água (Ex.: captação da água da chuva);

Utilização de lâmpadas de LED;

Redução do desperdício de materiais (reciclagem e reutilização);

Redução e disposição adequada dos resíduos da construção civil;

Aplicação de materiais reciclados como madeira reflorestada e tijolo de adobe (areia, argila e palha);

Evitar a utilização de amianto, CFC, HCFC, formaldeído, PVC, entre outros.

AS CERTIFICAÇÕES

Os Selos de certificação ajudam a medir o quanto uma edificação preza pela preservação natural. Abaixo constam as principais certificações:

Green Globes: certificação dada pelo Green Building Initiative (GBI) a prédios que prezam pelos mais altos padrões de sustentabilidade;

O LEED Lidership in Energy and Environmental Design emitido pelo United States Green Building Concil. É a certificação mais utilizada em todo o mundo;

Processo AQUA (Alta Qualidade Ambiental), certificação brasileira baseada na francesa HQE (Haute Qualité Environnemetale) e implantada no país pela Fundação Vanzolini;

PROCEL Edifica:  selo da PROCEL, que existe desde 2003, para construções que usam melhor os recursos naturais para reduzir o consumo de energia nas edificações;

BREEAM: o BREEAM fez muito sucesso na Europa desde 1992, antes de chegar no Brasil em 2011. O nível de exigência é bem alto, o que colabora para a enorme credibilidade da certificação.

TIPOS DE CONSTRUÇÕES SUSTENTÁVEIS.

Construção com materiais sustentáveis industriais: Construções edificadas com ecoprodutos fabricados industrialmente, adquiridos prontos, com tecnologia em escala, atendendo a normas, legislação e demanda do mercado.

Construção com resíduos não-reprocessados (Earthship): Consiste na utilização de resíduos de origem urbana com fins construtivos, como garrafas PET, latas, etc. 

Construção com materiais de reuso (demolição ou segunda mão): Esse tipo de construção incorpora produtos convencionais descartados e prolonga sua vida útil, evitando sua destinação para aterros sanitários ou destruição por processos perigosos (como queimas ou descarte em botas-fora). 

Construção alternativa: Utiliza materiais convencionais disponíveis no mercado, com funções diferentes das originais. É um dos modelos principais adotados em comunidades carentes ou sistemas de autoconstrução. Exemplos: aquecedor solar com peças de forro de PVC como painel para aquecimento de água.

Construção natural: É o sistema construtivo mais ecológico, uma vez que integra a edificação com o ambiente natural e o modifica ao mínimo, também conhecido como Permacultura/ bioconstrução. Essas construções são construídas com materiais impermeáveis. 

Construção Steel Frame: Consiste em painéis estruturais de aço zincado dobrados a frio. Os fechamentos variam de camadas de lascas de madeiras, placas de cimento revestidas com madeira, camadas de alumínio, painéis compostos por poliuretano e poliestireno. As divisórias são de painéis de gesso e podem receber isolamento térmico e acústico. Esse tipo de construção é bastante difundido nos EUA.

No Brasil ainda não há grande adesão a esse método de construção devido a causas culturais, também a baixa a qualificação de mão de obra, pois, o método exige conhecimento que a maioria dos profissionais não possui. Além disso, dependendo da região pode não haver fornecedores para atender a demanda por Steel frame.

Cobertura verde ou teto verde: Consiste na colocação de vegetação em substituição ao telhado. Esse tipo de construção ajuda a capturar o CO2 da atmosfera, é termoacústico e diminui o escoamento da água da chuva.

Exemplo de 10 obras sustentáveis no mundo:

https://www.sienge.com.br/blog/10-construcoes-sustentaveis/

FONTE: Global Engenharia Ambiental Ltda

Notícias anteriores

22 toneladas de lixo foram interceptadas no Porto de Rio Grande

A carga contendo fraldas descartáveis, embalagens de produtos de limpeza e resíduos contaminados vinha da Alemanha.

16 de Agosto, 2019 leia mais

IBAMA E FEPAM CONCLUEM REGRAS PARA INTEGRAÇÃO DE SISTEMAS

O IBAMA e os órgãos de meio ambiente de São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul (Fepam) tem previsão de concluir, até final de agosto, as regras para...

09 de Agosto, 2019 leia mais

FEPAM PUBLICA OS CRITÉRIOS PARA DISPOSIÇÃO DE EFLUENTES...

Através da publicação da Portaria 68/2019 de 15/07/2019 a Fepam estabeleceu os critérios para a disposição final em solo de efluentes líquidos...

06 de Agosto, 2019 leia mais

BRASIL DESPERTA PARA A GERAÇÃO DE ENERGIA A PARTIR DE...

As indústrias que comprovarem estar prontas a entrar em operação para geração de energia solar, energia eólica e através de Resíduos (hospitalar,...

29 de Julho, 2019 leia mais

A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

Muito se tem ouvido sobre as mudanças que a IA está fazendo e ainda tem por fazer na produtividade das indústrias, na saúde... na vida das pessoas. O que...

18 de Julho, 2019 leia mais

ALTERAÇÃO NAS REGRAS DO CADASTRO FLORESTAL DO RS

A aprovação da Lei Estadual nº 15.272/2019 introduziu modificações nas Taxas de Serviços Diversos, que incidem sobre os registros e renovações no...

03 de Julho, 2019 leia mais
  • Página 1 de 29
  • >